CAFÉ CENTRAL: Fugir às cavacas nas Caldas da Raínha

Terra de faiança artística e doçaria, e conhecida desde o séc. XV por possuír águas termais, fizemos uma escala inesperada nas Caldas da Raínha. Domingo frio e chuvoso, o local de paragem fugiu do normal roteiro das trouxas de ovos, dos beijinhos e das cavacas, embaixadoras desta cidade.

Em plena Praça da República (também conhecida como Praça da Fruta) o apelo do Café Central (talvez o nome mais escolhido para cafés em Portugal) falou

A fachada do Café Central nas Caldas da Raínha

A fachada do Café Central nas Caldas da Raínha

mais alto. Fachada de arquitetura típica da década de 50, este café é tido como dos mais antigos das Caldas da Raínha, remontando as suas origens ao séc. XVIII, apesar de o edifício ter sofrido ao longo do tempo algumas renovações. A última data de 2006, pouco depois de a população das Caldas da Raínha se ter mobilizado pela preservação do Café Central como espaço nobre da cidade, como local de reunião de artistas e diversas tertúlias, depois de uma tentativa de venda para abertura de uma ‘loja de chineses’. No interior foi ainda mantido o mural em baixo relevo de Júlio Pomar datado de 1955 onde figuram cavalos e um unicórnio em linhas douradas sobre fundo azul. No tempo da Ditadura este café esteve referenciado pelas autoridades como local de conspiração por ser frequentado pela elite intelectual que aqui se reunia.

No interior, a seleção musical encontra-se em harmonia com o ambiente discreto que ali se respira, quer em termos de ritmos, quer de volume, num espaço bem decorado e atualizado sem ter rompido com a tradição de outrora, e de outros cafés centrais. A montra de doces deste ícone das Caldas da Raínha, conhecido de poucos, exibe algumas opções interessantes, com especial destaque para o bolo de profiteroles, os ‘pampilhos’ (doces conventuais típicos de Santarém) e para uma generosa carta de ‘gofres’, sumos e batidos de fruta, ou até mesmo gelados, deixando de fora os doces típicos da zona.

Conclusão

Gostamos do espaço e do bom ambiente para um café de tarde chuvosa de domingo, mesmo no centro das Caldas da Raínha e numa das praças onde é possível apreciar alguns exemplares interessantes de edíficios de Arte Nova. Aquém das expectativas ficou a possibilidade de provarmos trouxas de ovos, ou até mesmo acompanhar os cafés que pedimos com um ‘beijinho’ ou uma ‘cavaca’.

Informação

Café Central

Praça da República, 69 – Caldas da Raínha

Tel: 262 838 787 – 96 554 79 72

info@cafecentralcaldas.comFacebookWebsite

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Bloco de RotasO Meu Instante e

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s