MUDE: A mudança de sede de um banco para Museu do Design e da Moda de Lisboa

Continuamos o passeio por Lisboa, numa rota que pode ser efetuada a qualquer dia, a qualquer hora. Entramos na antiga sede do Banco Nacional Ultramarino (BNU), posteriormente adquirido pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) ali, sob apertada segurança do Arco da Rua Augusta.

A entrada do MUDE, com a sua grande porta em aço inóxidável. O projeto tem a assinatura de Cristino da Silva

A entrada do MUDE, com a sua grande porta em aço inóxidável. O projeto tem a assinatura de Cristino da Silva

Hoje, a antiga casa financeira está transformada no MUDE, o Museu do Design e da Moda de Lisboa, onde pode ser apreciada a coleção de Francisco Capelo entre outras exposições. Apesar de hoje não ter clientes, continuam a ecoar entre as paredes, ligeiramente transformadas, o matraquear nas máquinas de escrever e o ininterrupto toque das campainhas de telefone de outrora. O edifício readaptado no final da década de 50 pelo arquitecto Cristino da Silva conta com oito pisos e ocupa quase todo o quarteirão erguido ainda em tempo de reedificação pombalina.

A exposição permanente deste museu é proveniente do acervo de Francisco Capelo, que ao longo de vários anos reuniu objetos de design do século XX,  desde mobiliário à moda, incluindo também pequenos objetos como por exemplo a mítica caneta BIC. Através a exibição desta coleção, com rotação frequente dos objetos expostos o MUDE pretende que os visitantes acompanhem a evolução do design através dos tempos. A mais recente exibição dá pelo mote de “Único e Múltiplo. 2 séculos de design” e conta com mais de 300 peças.

Até 31 de março de 2013 está também patente a exposição “Com esta voz me visto” onde, em parceria com o Museu do Fado são mostrados vestidos e complementos de moda utilizados por Ana Moura, Carminho, Raquel Tavares, Mariza, Mafalda Arnauth, Kátia Guerreiro, Mísia, bem como a evolução dos trajes utilizados ao longo do tempo pela diva do fado Amália Rodrigues.

O MUDE oferece ainda uma viagem ao antigo BNU através da exposição

Algumas cadeiras da cervejaria lisboeta Solmar, nas imediações do Coliseu dos Recreios

Algumas cadeiras da cervejaria lisboeta Solmar, nas imediações do Coliseu dos Recreios

“Nacional e Ultramarino” (até 28 de abril) que decorre em estreita ligação com uma outra mostra sobre “INTERIORES – 100 anos de arquitetura de interiores em Portugal” com exibição de mobiliário do BNU nas antigas salas da administração e de outros locais como por exemplo da Assembleia da República, da Cervejaria Solmar (Lisboa), da Casa de Serralves (Porto), entre tantos outros locais, alguns já desaparecidos.

Não gostámos

Das horas pouco ajustadas de abertura do MUDE, talvez por ora das suas origens de casa bancária. Seria de louvar a abertura até mais tarde, como tantos museus o praticam.

Também nota negativa à simpatia do pessoal pouco cortês, e à impossibilidade de se fotografar no interior.

Informações

MUDE – Museu do Design e da Moda de Lisboa
www.mude,pt
R. Augusta, 24
1100-053 Lisboa
Tel. (+351) 21 888 61 17 / 23
mude@cm-lisboa.pt
 
Horário
3ª a Domingo – 10h – 18h (última entrada 17:45)
(encerra às segundas feiras)
 
Entrada gratuita.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s